Chegada em Portugal (pedido por KAUE LARA CURY) parte 1

Um tal de Kauê me pediu para escrever sobre minha chegada em Portugal, que não tem nada de interessante mas vou mesmo assim contar. Já aviso, vá para outro site ao invés de ler isso aqui. Ia dizer faça zapping, mas zapping é pra tv….alguem devia inventar uma palavra para quem muda de site para site toda hora…não é um stumble, é outra coisa…e eu acho que quem devia inventar o nome desta acção devia ser o Paulo Querido.

Julho de 2004 portugal perde no europeu para a grécia, Filipão me liga a seguir ao jogo (eu estava em são Paulo) e diz: -André, voce tem que vir para cá, já não sei o que fazer, todas as bandeiras já estão na janela como voce me indicou, mas falta algo por aqui, falta uma alegria, e falta mais gente no marques de pombal a apitar…e sei que voce é de fazer bagunça.

Pensei durante 5 minutos e aceitei o convite do Filipão para ir a Portugal. FIlipão me mandou um email com algumas dicas,: matraquilho é pebolim, bico é bolagato, e banco é caixa.

Pronto, estava pronto, tinha terminado a faculdade (FAAP) e avisei minha familia que ia para Portugal. Cheguei dia 08 de agosto de 2004 e quando aterrisei em Lisboa me lembrei que não tinha programado nada e nem sabia onde ficar. Eu tinha o telefone de 3 pessoas e decidi ligar para a primeira: Simão Maia, um cara que conheci no skype nem me lembro como. Liguei para ele e disse: Opa tudo bem cara, cheguei em Portugal aqui ta tudo legal mas queria umas dicas de onde eu posso arrumar quarto pra dormir.

Eu não sei porque mas ele disse: vem aqui em casa, dorme um dia aqui que depois nós compramos o jornal ocasião e voce acha um lugar pra voce ficar.

Já estava a achar estranho, ou o portugues tava precisando de um amigo pra jogar matraquilho ou eu ia ter qeu fazer bico….hehe

Cheguei em alvalade na casa dele e ele foi absurdamente gente boa e me recebeu muito bem. Agora vem a sorte: O Simão além de muito legal, trabalhava na Bates como director de arte, e depois de falarmos 5 minutos ele me disse que tinha um quarto a mais na casa dele que podiamos arrumar e eu podia ficar lá….O carat tb era DJ, tocava no bairro alto. Um abraçõ ao simão e a familia dele inteira,que me ajudaram pra caraio…na segunda parte conto mais….não sei onde ele está agora, penso que em Moçambique trabalhando na visabeira na area de design gráfico.

Moral do começo da história:

Na vida não adianta se esforçar, tem que ter sorte. Hehe

Continua amanha… este assunto vai ter umas 4 partes acho eu…

este é o kaue

Este é o Simão.

Advertisements
    • daniboy
    • 9 de Fevereiro, 2010

    Olá André.
    Tas a ir bem com o teu blog.

    Mas para ser perfeito, falta um post sobre os motoristas de transportes públicos.
    As diferenças entre os motoristas no Brasil e os portugueses?
    Quem é mais suave a conduzir nas curvas? Quem diz mais palavrões?
    Quem tem os bigodes maiores?

    Quem é mais simpático, quais conduz melhor?

    aguardo.

    • daniboy
    • 9 de Fevereiro, 2010

    *quem conduz melhor?

    • kauelc
    • 12 de Fevereiro, 2010

    Posso pedir uma troca de fotos?
    Assim o movimento que criaste no Colóquio ontem não funciona!

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: